Artigo bacana: presentes com idade adequada para os pequenos

por Mami Canguru em ,
16/09/2014

artigo bacana presentes com idade adequada para os pequenos - dia da11

Dia das crianças chegando…sempre surge dúvidas sobre quais as melhores opções para presentear as crianças, não é mesmo? Pois vejam que interessante as dicas da Teresa Ruas, especialista em desenvolvimento infantil e consultora Fisher-Price, que listou dicas bem bacanas para presentear as crianças de acordo com sua idade e necessidade:

· 0 a 4 meses: chocalhos, mordedores; ginásios e tapetinhos com mobílies; mobílies; itens de borracha para banheira, brinquedos sonoros.

· 4 a 8 meses: brinquedos de ação e reação, cubos/potes que possam estar seguros nas mãos e serem batidos um contra o outro; brinquedos que rolem para estimular o engatinhar; chocalhos.
· 8 a 18 meses: cubos para empilhar; potes para encaixe simples; brinquedos com corda para serem puxados; brinquedos de encaixe simples; instrumentos musicais e brinquedos sonoros.
· 18 a 36 meses: fase de grande desenvolvimento simbólico e de representação dos significados. Brinquedos que explorem este universo (bonecas, carrinhos, telefones). Brinquedos de encaixe; potes para empilhar; bolas de diferentes tamanhos, peso e textura; livros musicais.

· Pré-escolares, de 3 a 6 anos: quebra cabeça; blocos para empilhar; jogos e brinquedos de encaixe com maiores desafios (diferente do encaixe simples); jogos e conjuntos para associar números, quantidades, cores, frutas, animais domésticos/selvagens e objetos; jogos com regras bem simples para desenvolver o comportamento em grupo; brinquedos para explorar a simbolização e imaginação (trem, avião, princesas, bonecas, carros); livros infantis.

· Crianças de 6 a 9 anos: jogos/brinquedos criativos e recreativos que estimulem as habilidades cognitivas e motoras; jogos com regras mais complexas que estimulem a convivência e valores grupais; quebra cabeça; livros infantis; livrinhos para desenhar e colorir.

· Crianças de 9 a 12 anos: jogos com regras mais complexas e que exijam raciocínio; jogos e brinquedos utilizados ao ar livre que estimulem a competição, a convivência em grupo e o aprendizado social; livros; quebra cabeça.

· Adolescentes (após os 12 anos): quebra cabeça com número alto de peças pequenas; jogos que estimulem a relação de causalidade nas hipóteses e na indução; jogos e brincadeiras que estimulem o pensamento da indução de leis.

Dicas ótimas também para titias, avós, madrinhas, hein?

Imagem: Google