Meu filho não come!

por Thiago Demathé em
25/02/2010

Olá gente! Tudo bem?Enfim estou no Blog da Mami. Demorou, o convite veio há bastante tempo, mas sabe como é pediatra, né?! Correria grande, telefone, e-mails para responder. Agora não tem mais jeito! Cheguei por aqui, vou abrir o meu guarda-sol e curtir com vocês as histórias que a Mami tem pra nos contar. Claro que vou contribuir com as minhas e também palpitar nas histórias de vocês! Combinado?!

Recebi um e-mail hoje de uma mãe desesperada, falando que sua filha (2 anos) não está mais aceitando a alimentação como antes. Na hora da janta, faz cara feia, fecha a boca, só quer brincar. A mãe tem que correr atrás, fazer brincadeiras, ligar a televisão para que a criança aceite uma ou duas colheradas. Só falta plantar bananeira!!

A partir dos 2 anos, a criança apresenta o que chamamos de “anorexia fisiológica”. Nome estranho né?! Mas não é nada difícil de entender: anorexia significa falta de apetite e fisiológica é tudo o que naturalmente acontece no nosso organismo. Então, anorexia fisiológica significa uma falta de apetite natural da idade, que ocorre devido à redução do ritmo do metabolismo após o primeiro ano de vida. Imagina se continuássemos triplicando de peso todos os anos como acontece antes do nosso primeiro aniversário?!

Além disso, a criança entra em uma fase de querer estabelecer espaço, disputar autoridade. Negar a comida e ver a mãe desesperada é muito interessante para eles. Isso sim é uma brincadeira divertida!

Então mamães, muita calma nessa hora! Não é só o seu filho que reduz o apetite nessa idade. Devemos ter muita naturalidade e perspicácia para lidar com os pequenos nessa hora. Nada de fazer um circo na hora da comida! Coloque no prato uma quantidade pequena de alimento. Lembre-se que a quantidade de comida que a criança precisa é menor do que um adulto come. Então nada de encher o prato! Além disso, se a criança negar a refeição, ela deverá permanecer na mesa por um tempo mínimo, até que os outros terminem de comer. Brincar só depois do horário do almoço ou janta.

E se ela não comer? Nada de dar leite, queijo tipo petit suisse (aquele que termina em “inho”) ou outras coisas! Se não estiver com fome, ficará sem comer. Deixe o prato guardado, até que o apetite apareça. Outro alimento, só no horário da próxima refeição. Uma sugestão bem bacana é pedir para outra pessoa servir o alimento à criança. Peça ajuda ao pai ou à avó nessa hora. As crianças tendem a ser mais manhosas com as mães. Motivo óbvio Elas também adoram receber os mimos dos filhos! ;)